O fósforo (P) e os palitos de fósforo (fósforos de segurança)

Fósforos de segurança são “seguros” porque eles não entram em combustão espontânea. Você tem que atritá-los contra uma superfície especial, a fim de levá-los a incendiar-se.

As cabeças de fósforo contêm compostos de enxofre (sulfeto de antimônio – Sb2S3) e agentes oxidantes (geralmente o clorato de potássio- KClO3), com vidro em pó, corantes, cargas, e uma pasta feita de cola e amido.

A superfície da caixa contém de pó de vidro ou de sílica (areia), o fósforo vermelho (P), aglutinante e enchimento.

Ao acender um palito de fósforo, o atrito com a superfície da caixa produz calor. Esse calor irá transformar uma pequena quantidade de fósforo vermelho em vapor de fósforo branco.

O fósforo branco inflama-se espontaneamente e decompõe o clorato de potássio que libera gás oxigênio. A equação abaixo representa a decomposição do clorato de potássio (KClO3).

Neste momento os compostos de enxofre começam a queimar e inflamam a lenha do palito.

Referência

http://chemistry.about.com/od/howthingsworkfaqs/f/howmatcheswork.htm – acesso 17/05/2011